Estratégia de Negócios

O grupo de companhias aéreas líder na América Latina

A LATAM Airlines Group S.A. (doravante, intercambiavelmente, “a Empresa”, “LATAM” ou “Grupo LATAM”) é a maior empresa de transportes aéreos da América Latina, da associação das companhias aéreas LAN (do Chile) e TAM (do Brasil).

O Grupo tem operações domésticas em seis países da América do Sul (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru), uma vantagem que lhe permite oferecer a melhor conectividade em nível regional, e da América do Sul para o resto do mundo e vice-versa, chegando a cerca de 135 destinos em 25 países. Além disso, isso lhe permite contar com uma base de receitas geograficamente diversificada, tanto de passageiros como de cargas.

No final de abril de 2016, a Empresa apresentou formalmente sua marca unificada LATAM, que começou a ser vista no site, em espaços físicos e aviões, entre outros, e sob essa  marca continuaremos no caminho de liderança iniciado várias décadas atrás pela LAN, TAM, e suas respectivas filiais. Essa mudança nos permitirá prestar um serviço melhor e uniforme em toda a nossa rede, fortalecendo nossa posição na região.

Durante o ano de 2016, a Empresa prosseguiu em seu processo de transformar-se numa organização mais simples, leve e eficiente, para adaptar-se às dinâmicas do setor em constante mudança e às necessidades dos clientes.

Esse processo leva em conta uma mudança na cultura organizacional, que começou a ser implementada com mais força em 2016 através do projeto Twist em aeroportos, nas centrais de atendimento e no serviço de bordo. O objetivo deste projeto é fortalecer a organização com equipes humanas capacitadas e preparadas para atender às necessidades dos passageiros com mais agilidade e simplicidade, sempre levando em conta o impacto que suas decisões possam ter sobre o cliente.

Todas as decisões tomadas pela Empresa se concentram na satisfação do cliente, o que implica um trabalho constante destinado a melhorar a experiência do passageiro nas diferentes etapas da viagem, buscando sempre a diferenciação em termos de serviço. Foi assim que, em 2016, a LATAM investindo no desenvolvimento de ferramentas digitais em todos os pontos de contato com o cliente, a fim de simplificar a experiência de viagem e prestar um serviço personalizado.

Em seu permanente objetivo de incorporar as melhores práticas e adaptar-se às tendências do setor, a Empresa anunciou, no final de 2016, a remodelagem do seu modelo de viagens nos seis mercados domésticos onde atua, o qual será implementado por país e em etapas a partir do primeiro semestre de 2017, sendo esse um dos projetos de maior envergadura e relevância para garantir a sustentabilidade da LATAM no longo prazo. Esse modelo busca atender às necessidades do passageiro atual, que valoriza uma viagem ágil, simples e eficiente, ser responsável por suas próprias decisões e ter as ferramentas para influir ativamente na sua experiência de viagem para que ela seja sob medida, pagando apenas pelos serviços que vai utilizar. O passageiro poderá escolher como quer voar, pagando pelos serviços extras de que precisar e  escolhendo a tarifa mais adequada à sua necessidade.

Graças a essa nova forma de viajar, o Grupo LATAM calcula que aumentará em 50% a quantidade de passageiros transportados em seus mercados domésticos até 2020, conseguindo que o avião se consolide como um meio de transporte de massa na região e que cada vez mais pessoas possam voar, e que os que já voam voem mais.

No que diz respeito às operações internacionais, um dos grandes marcos do ano foi o anúncio da assinatura de Contratos de Negócios Conjuntos (JBAs) com a American Airlines e o grupo IAG (matriz da Iberia e da British Airways), cujo objetivo é proporcionar maior conectividade aos passageiros. Com esses  contratos, a Empresa busca oferecer acesso a uma rede mais ampla de destinos internacionais, maior quantidade de vôos, melhores tempos de conexão e melhores preços para destinos não atendidos pela LATAM. O Grupo espera que os respectivos processos de aprovação avancem e se transformem logo em realidade, para conectar cada vez mais pessoas da América Latina  com o resto do mundo e vice-versa.

Em seu continuo esforço de fortalecer a rede, a Empresa abriu 18 novas rotas em 2016, um recorde histórico para a LATAM, com destaque para o primeiro vôo do Brasil para Joanesburgo, transformando-se na única companhia aérea latino-americana que liga a região com o continente africano. Cabe destacar, além disso, que grande parte das novas rotas contribuem para potencializar ainda mais seus principais hubs na região, como são os aeroportos de Lima e São Paulo.

Durante o ano de 2016, a Empresa progrediu significativamente em seu plano de diminuir o total de ativos e compromissos de frota, atingindo o nível de compromissos de frota mais baixo da história recente da LATAM para os anos de 2017 e 2018. A LATAM diminuiu seus compromissos de frota por meio de adiamentos e cancelamentos, e também diminuirá seus ativos de frota atuais, devolvendo aviões extras em comparação com o plano de frota do ano passado. Com isso, a Empresa terá conseguido uma redução de US$2,2 bilhões em ativos de frota para o período 2016-2018, de acor do com os planos anunciados anteriormente de atingir uma diminuição de US$2,0 a US$3,0 bilhões em nossos ativos de frota esperados para 2018.

De acordo com a estratégia da empresa de tornar a operação mais eficiente, a LATAM recebeu, durante o ano de 2016, 24 aviões dos modelos maiores, mais modernos e mais eficientes, que permitem transportar uma quantidade maior de passageiros com menor consumo de combustível, adequando-se às condições atuais de demanda de uma maneira mais eficiente. De acordo com isso, a LATAM mantém seu compromisso de oferecer aos seus passageiros a melhor frota da América Latina. Para isso, Empresa incorporou em 2016 o primeiro Airbus A320neo à sua frota, sendo a primera companhia aérea da América a operar esse modelo de aeronave de consumo ultra eficiente, cuja maior autonomia lhe permite operar não apenas sua rede doméstica, mas também a regional. Além disso, a LATAM incorporou à sua frota seis Airbus A350, encerrando o ano com um total de sete aviões desse modelo, que se destaca por apresentar até 25% menos CASK em comparação com aviões de porte semelhante.

Com tudo isso, o Grupo LATAM deu início em 2016 a um novo capítulo na historia da aviação mundial. A nova marca tem o desafio de proporcionar uma experiência de serviço diferenciada e aprimorada, oferecendo ao mundo o melhor da América do Sul, e transformar-se num grupo mais eficiente, produtivo e que trabalhe de maneira mais simples. A Empresa pretende estar entre as melhores companhias aéreas do mundo, e as iniciativas que estão atualmente em andamento são uma grande oportunidade para alcançar esse objetivo.