Equador

Cerca de 1 milhão de passageiros

Durante o ano de 2016, as operações aéreas no Equador se desenvolveram em um cenário econômico complexo, causado, principalmente, pela queda no preço do petróleo, uma de suas principais fontes de receitas fiscais, a valorização do Dólar, a desvalorização monetária em países vizinhos, e o terremoto devastador que atingiu o litoral do país em abril. Todas estas questões acabaram afetando significativamente sua economia, encerrando o ano com queda de 2,3% no PIB, de acordo com estimativas do Fundo Monetário Internacional, sendo o segundo pior desempenho da região, atrás apenas do Brasil.

Neste contexto, a LATAM Airlines Equador transportou cerca de 1,0 milhão de passageiros em rotas domésticas, com queda de 8,3% em relação a 2015. O tráfego consolidado de passageiros caiu 2,4% medido em RPK, e a capacidade medida em ASK diminuiu 0,7% em comparação ao ano anterior. Com isso, a taxa de ocupação média foi de 79,3%, representando uma queda de 1,4 ponto percentual sobre 2015.

A Companhia iniciou suas operações domésticas no Equador em 2009, e desde então tem se posicionado cada vez mais como uma operadora relevante em rotas nacionais, graças a um trabalho constante que visa oferecer ao cliente uma proposta de valor diferenciada em termos de serviço. Em 2016, alcançou participação de mercado de 30,5% medida em ASK, com leve aumento de 0,2 ponto percentual em comparação ao ano anterior. Seus principais concorrentes são a companhia aérea estatal Tame, com 40,8% de participação no final do exercício, e a Avianca, com 28,7%.

A LATAM Equador opera em cinco cidades do país, através das rotas Quito-Guayaquil e Quito-Cuenca, bem como Quito/Guayaquil com destino a San Cristóbal e Baltra, no arquipélago de Galápagos, além do voo direto Quito-Baltra, inaugurado em 2016, oferecendo uma conectividade que busca promover o turismo e o desenvolvimento econômico nacional.

Devido ao forte terremoto que atingiu o país, em abril foi acionado o Programa de Avião Solidário da LATAM Airlines Equador e da LATAM Airlines Cargo, o que ocorre em situações de emergência que exijam transporte urgente de ajuda humanitária.  Desta forma, ao longo de um mês o programa transportou voluntários e mais de 600 toneladas de ajuda humanitária às áreas afetadas pelo terremoto.   Além disso, a Companhia acionou voos solidários na rota especial Quito-Manta-Quito, para o transporte de doações e voluntários do Distrito Metropolitano de Quito.

Ademais, os voos regulares atendidos pela Companhia de e para Cuenca foram afetados entre o final de abril e a metade de setembro, devido à restrição de aterrissagem em pista molhada imposta pela autoridade aeronáutica do país, bem como pelo posterior fechamento do Aeroporto Mariscal La Mar durante um mês, para a realização de trabalhos de reparo na pista. Esta situação resultou no cancelamento de aproximadamente 140 voos, afetando a LATAM e a Tame, as duas companhias aéreas que atendem Cuenca. Neste período, a LATAM Airlines Equador manteve os clientes permanentemente informados e implementou facilidades comerciais para os passageiros afetados, retomando seus voos regulares no dia 19 de setembro logo após a abertura do terminal.

Dentre as iniciativas implementadas para incentivar as viagens de turismo, a Companhia lançou um novo catálogo em parceria com operadoras de turismo nacionais e internacionais, com uma ampla oferta de tarifas promocionais disponíveis em agências de viagem. Até dezembro de 2016, foram ofertados nove destinos com 20 combinações de serviços terrestres, incluindo hospedagem e passeios oferecidos pelas operadoras de turismo.

Para atender as rotas domésticas, a LATAM Airlines Equador utilizou uma frota de três aeronaves Airbus A319, sem variações com relação ao ano anterior. Estas são as aeronaves de menor capacidade em relação aos A320, adequadas para as condições de demanda deste mercado. Além disso, estão equipadas com o moderno sistema de entretenimento de bordo da LATAM, que proporciona a melhor experiência de viagem aos passageiros.

Em linha com as tendências do setor e com o desenvolvimento da experiência digital em todas as etapas da viagem, a LATAM Airlines Equador transformou um de seus escritórios comerciais em Quito em um quiosque com três módulos de autoatendimento. Em cada módulo, os passageiros podem acessar o site LATAM.com para realizar a busca, reserva e pagamento de suas passagens, administrar sua conta LATAMPass e consultar produtos e serviços.

Vale destacar que em 2016 a LATAM Airlines Equador foi premiada com o eCommerce Award como Líder em Comércio Eletrônico na categoria Turismo, uma iniciativa do eCommerce Institute com co-organização da Câmara Equatoriana de Comércio Eletrônico, além do prêmio eDay Award, na categoria Grandes Empresas, oferecido pela Câmara de Comércio de Guayaquil. Ambas as premiações confirmam e consolidam a liderança da Companhia no comércio eletrônico.

A LATAM Airlines Equador também recebeu o Reconhecimento em Gestão de Segurança Operacional 2016, fornecido pelo Aeroporto Internacional Mariscal Sucre. Outros prêmios incluem o reconhecimento dado pela Cruz Vermelha do Equador e pelo Corpo de Bombeiros do Distrito Metropolitano de Quito, tanto pelas ações de transporte de ajuda humanitária para as áreas afetadas pelo terremoto quanto pelo transporte de bombeiros voluntários até essas regiões

Equador

1,0 milhões de passageiros

3 aviões

5 destinos

31% market share